16.9.13

Programa Eleitoral da CDU Estrela

Encontra-se já disponível para consulta pública o programa eleitoral e a lista completa da candidatura da CDU à freguesia da Estrela. Encabeçada por Margarida Passinhas, autarca com vários anos de experiência na freguesia dos Prazeres, apresenta também em destaque os nomes de Nádia Nogueira, Manuel Brito e Odete Roque.

Manifestando-se contra a reorganização autárquica, que entendem afastar as pessoas dos seus representantes, propõem-se a apresentar um poder local mais transparente e mais próximo das pessoas.
O programa completo pode ser consultado aqui.

Entretanto, ontem à tarde, realizou-se também um piquenique no Jardim da Estrela com a presença de João Ferreira, sob o lema «As mulheres na cidade de Lisboa».


Em termos programáticos e dando particular enfoque ao Ambiente e Espaços Verdes, a CDU destaca neste campo a valorização da Tapada das Necessidades como uma espaço de lazer, seguro e cuidado, aberto à população de Lisboa.
Referência também para a salvaguarda do património histórico (chafarizes da Praça da Armada e da Esperança), bem como para uma regular manutenção dos equipamentos de ginástica e do parque infantil do Jardim da Estrela.

Do ponto de vista cultural, Margarida Passinhas enfatiza a estimulação das colectividades, praças e jardins para actividades deste cariz, na procura de espaços de debate regulares e na construção de uma oferta cultural diversificada para todas as faixas etárias.
Menção importante também para a reconstrução dos painéis de azulejos de Maria Keil e Júlio Pomar (entre outros) na Avenida Infante Santo.


Entre várias outras propostas que poderão ser consultadas na ligação que acima deixámos, a CDU Estrela não esquece igualmente questões como as da Segurança e Mobilidade, o reordenamento do Trânsito na freguesia, o apoio ao Comércio e Serviços locais, o alargamento do atendimento público aos fins-de-semana no Centro de Saúde da Lapa e a manutenção das escolas actualmente existentes.

De um ponto de vista menos genérico, destacamos a reivindicação de um Centro de Dia/Lar e hospital de rectaguarda para os idosos, bem como o aprofundamento da relação entre todas as instituições de solidariedade social da freguesia, no sentido de se encontrarem respostas céleres para os problemas da população mais desfavorecida.